Escolhendo Seus Óculos



Conhecendo os seus óculos:

As lentes para óculos podem ser classificadas de acordo com suas características:

Por seu material de fabricação

• Inorgânica (mineral) – vidro,cristal

É um material mais resistente a riscos e ranhuras, porém seu peso é maior em relação as lentes fabricadas em acrílico. Tem pouca resistência a impactos, podendo quebrar com relativa facilidade. Por isto, hoje existem alguns tratamentos de endurecimento químicos ou térmicos que podem melhorar sua resistência

• Orgânica – acrílico, resina plástica, policarbonato

Estas lentes costumam ser mais leves e mais resistentes a impactos quando comparadas as de cristal. Por outro lado, estão mais sujeitas a riscos. Para atenuar essa deficiência, podem ser submetidas a tratamento anti-riscos diretamente na fábrica ou aplicados em laboratório.

• Policarbonato

As lentes feitas com este material, possuem uma maior resistência, tornando-se uma opção que favorece o uso em crianças e adolescentes que possuem maior atividade física. Suas bordas podem ser mais finas permitindo o uso de armações tipo “fio de naylon e parafuso.

Por seu valor dióptrico

• Lentes convergentes ou positivas (+)

• Lentes divergentes ou negativas (-)

Por seu foco

• Lentes monofocais - um só campo de visão

• Lentes bifocais - dois campos de visão

• Lentes trifocais - três campos de visão

• Lentes multifocais ou progressivas - vários campos de visão

As lentes podem ser ainda: esféricas / asféricas (miopia e hipermetropia) e cilíndricas (astigmatismo).

Basicamente, os óculos podem ser divididos nas seguintes partes:


Fonte: Transitions Optical

Aro

onde as lentes oftálmicas são encaixadas depois de devidamente cortadas e lapidadas

Ponte

parte que une os dois aros e, nas armações de acetato, serve também para apoiar os óculos sobre o nariz

Plaquetas

normalmente são encontradas nas armações de metal e têm a função de apoiar a armação sobre o nariz.As armações que possuem plaquetas permitem um melhor ajuste e posicionamento dos óculos

Hastes

servem para apoiar e prender os óculos nas orelhas

Charneiras

unem os aros às hastes

Ponteiras

extremidades das hastes que servem para apoiar e prender a armação nas orelhas. Nas armações de metal as ponteiras, normalmente, são revestidas de plástico.

LENTES DE ALTO ÍNDICE (GRAU ELEVADO)

Existe a possibilidade de se confeccionar lentes mais finas e mais leves, independentemente do material ser inorgânico(cristal) ou orgânico(acrílico), podendo com isto melhorar o resultado estético dos óculos.

Se o usuário de óculos possui um grau elevado e está insatisfeito com a espessura de suas lentes ou com o peso delas, a opção pode ser a confecção de seus óculos em cristal de alto índice (lentes mais finas) ou acrílica de alto índice (mais leves, porém discretamente mais espessa em relação a de cristal).

LENTES FOTOSSENSÍVEIS OU FOTOCROMÁTICAS

São lentes que, de acordo com a intensidade de raios solares, escurecem ou clareiam. É um tratamento para as lentes dos óculos. No caso das fotocromáticas, as lentes podem ser de resina ou cristal e o material fotocromático é adicionado a lente pelo próprio fabricante, durante o processo de fabricação.

O tratamento fotossensível podem ser feito em lentes acrílicas ou em policarbonato, onde as lentes passam por um processo onde o material fotossensível é absorvido pela lente. As lentes com este tratamento possuem proteção UVA e UVB.

TRATAMENTO ANTI-RISCO

No caso das lentes orgânicas (resinas, etc) existe a possibilidade de submeter as lentes a um tratamento especial que reduz a possibilidade de riscos e ranhuras que auxiliam na proteção dos óculos.

PROTEÇÃO CONTRA RAIOS ULTRAVIOLETAS (UV)

Usar óculos escuros em ambientes abertos, pode ser uma estratégia para proteger os olhos da ação dos raios UV, desde que as lentes dos óculos realmente tenham proteção UV de boa qualidade.

Usar óculos escuros que não tenham proteção UV, ou que tenham proteção UV de baixa qualidade pode ser pior para os olhos do que ficar sem os óculos. Isto porque, ao usarmos óculos escuros, as pupilas, se abrem mais, para permitir maior entrada de luz, assim, sem a necessária proteção UV e com a pupila mais aberta, os olhos ficam ainda mais expostos.

Assim, ao comprar óculos solares, observe as seguintes dicas:

• Verifique se há nas lentes o selo de proteção UV. É comum, as falsificações apresentarem os selos nas hastes dos óculos

• Cheque se há rebarbas de material de fabricação na armação, especialmente na região do nariz, que podem ser sinais de má qualidade do produto.

• Adquira sempre os seus óculos em óticas especializadas

É importante lembrar que os óculos, para terem proteção UV, não precisam ter lentes escuras. Nos óculos com lentes totalmente sem cor, é possível também ser acrescido o tratamento UV.

As lentes orgânicas, podem ser submetidas a um tratamento em sua superfície, que bloqueia as radiações UV, que podem ser nocivas aos olhos.

No caso das lentes de cristal, policarbonato e materiais de alto índice já costumam incluir esta proteção.

TRATAMENTO ANTI-REFLEXO

Os reflexos causados pelas lentes, podem ser reduzidos através de um tratamento em sua superfície chamado “anti-reflexo”. Este tratamento podem inclusive contribuir para um melhor efeito estético, tornando as lentes mais “imperceptíveis” e podem auxiliar na redução da fadiga em pessoas que costumam fazer uso constante de computadores.

LENTES PARA A PRÁTICA DE ESPORTE

O policarbonato costuma ser o material de escolha para atividades esportivas em função de seu baixo peso e elevada resistência. Deve-se evitar armações grandes, optando preferencialmente pelas de tamanho pequeno, bem adaptada ao rosto do usuário, com alta resistência e elástico preso nas hastes, apoiados na cabeça.

LENTES SOLARES POLARIZANTES

Estas lentes são indicadas para motoristas, pescadores, velejadores e outros praticantes de atividades externas . As lentes absorvem a radiação indesejável e reduzem a quantidade de luz visível, diminuindo significativamente os reflexos.

O AJUSTE DOS ÓCULOS

Os óculos devem ser pré-ajustados, na óptica e pelo óptico, assim que a armação for escolhida e antes que sejam encaminhados ao laboratório para a montagem das lentes. Depois de prontos, devem ser feitos os ajustes finais. Toda lente oftálmica possui uma curva base para que à distância vértice seja aproximadamente a mesma em qualquer direção que o olho vire. Assim, os ajustes dos óculos devem levar estes fatores em consideração.

ETAPAS PARA A CONFECÇÃO DO ÓCULOS

1. Consulta com médico oftalmologista para avaliação das condições gerais do olho e da visão e prescrição de correção óptica se necessário.

2. Escolha e ajuste da armação.

3. Escolha da lente levando-se em consideração a ametropia (tipo e valor do grau) e estilo de vida do usuário dos óculos.

4. Medidas de DNP (distância naso-pupilar) e altura da pupila em relação a armação.

5. No laboratório, as lentes são cortadas e lapidadas de acordo com a armação e medidas.

6. Montagem das lentes na armação.

7. Conferência de medidas pelo óptico.

8. Ajuste final.

9. Conferência do óculos na clínica do médico oftalmologista que emitiu a receita

CUIDADOS COM OS ÓCULOS

1. Ir a ótica fazer ajustes nos óculos, sempre que necessário.

2. Manter os óculos sempre limpos.

3. Nunca apoiar os óculos com as lentes para baixo, para que não fiquem riscadas.

4. Procurar remover os óculos do rosto usando as duas mãos, uma em cada haste, para não “entortar”a armação.

5. Procurar guardar sempre os óculos em estojos.

6. No caso de lentes que escurecem na presença de luz, como no sistema Transitions, não lavar as lentes enquanto ainda estiverem escuras. Esperar que elas estejam totalmente sem cor, para lavá-las, para não danificar o tratamento da lente.

7. Não usar na limpeza das lentes, soluções com alto teor de álcool, pois poderão também danificar os tratamentos das lentes.

LINKS

Revista Veja: O modelo certo
www.veja.abril.com.br
Revista 20/20: Absolutely fabulous!
www.2020brasil.com.br


Rua Professor João Cândido, 1465 - Centro - Londrina - Pr - CEP 86010-001
Fone/Fax: (43) 3375 5300
Clickweb Agência Digital